Como escolher a empilhadeira certa para sua empresa?

Em conjunto com os sistemas de armazenagem, as empilhadeiras são equipamentos muito importantes na logística de toda empresa que possui um estoque, independente de qual for seu segmento.

Hoje existe uma infinidade de modelos disponíveis no mercado, com características e preços variados, o que pode gerar muitas dúvidas no momento da aquisição. Assim, na hora de escolher a empilhadeira que fará parte de sua operação, há alguns fatores que devem ser considerados:

Em que local a empilhadeira irá trabalhar?

Analisar se a empilhadeira vai transitar apenas dentro do galpão – em lugar fechado, se irá operar em ambiente externo ou ambos.

O que ela irá carregar?

Verificar a capacidade de carga máxima que a mesma irá carregar, para que se escolha um modelo adequado evitando desgastes do equipamento e falta de segurança para o operador e operação.

Importante também saber se dentre todos os itens que serão transportados pela empilhadeira há algum combustível.

Considere o preço total e não apenas o de compra

Ao avaliar os orçamentos, pense no preço total considerando além do valor de compra, o valor das manutenções necessárias, do combustível/baterias e a disponibilidade de assistência técnica. Assim, conseguirá analisar qual o melhor custo x benefício para a sua empresa.

Segurança e ergonomia do operador

Verifique os quesitos de segurança de cada modelo analisado, assim como a ergonomia que cada uma apresenta, a fim de que o operador possa executar seu trabalho com a maior segurança possível para toda a equipe.

Empilhadeiras e sistemas de armazenagem

Para melhorar os processos de sua empresa e os resultados sejam atingidos, as empilhadeiras e os sistemas de armazenagem devem estar alinhados de acordo com o fluxo e necessidade de sua operação.

Independente das aquisições serem feitas juntas ou em momentos separados, a atenção aos itens abaixo poderá te ajudar a economizar e não ter erro no momento da aquisição:

– carga máxima do palete (considerando os produtos que pretende armazenar e também a capacidade do palete que será adquirido e/ou com o qual já trabalha);

– pé direito da área, altura do porta paletes (ou outro sistema de armazenagem) e capacidade de elevação do garfo da empilhadeira – lembrando que quanto maior a elevação, menos carga a empilhadeira suporta

-corredor previsto ou existente entre os sistemas de armazenagem, pois cada modelo de empilhadeira necessita de um corredor mínimo operacional bem como espaço mínimo para o giro.

-se a empilhadeira precisará operar dentro da estrutura ou tem alguma exigência especial, como por exemplo uso de drive in para armazenagem.

-se a altura do mastro da empilhadeira é compatível com a altura de possíveis obstáculos aéreos (ex. vigas, arcos de porta etc)

A ISMA possui uma equipe de consultores, especialistas em soluções para armazenagem que podem te auxiliar a fazer o melhor investimento!

Conte conosco!